sábado, janeiro 20, 2007

Penélope







"Até amanhã", me disse
E mil noites se passaram
Sem histórias
Nem bordados

5 Comments:

Blogger Paula said...

Queridissima,
que delicia ler seu brog!!!
me deixou mais saudosa maloca...
vc escreve de dar cosquinha...
beijins,
p.

8:36 AM  
Anonymous Fulana Gauche said...

Fiquei viajando aqui a pensar se ando Penélope ou Ulisses... e no fim concluí que estou Penelisses. Pra-lá-e-pra-cá...

12:07 PM  
Blogger Carô said...

Paulinha querida, tô com saudades arretadas de você, louca pra te dar um xarope pra essa tosse indiana :-)!

Fulana, eu tinha uma síndrome de Bela-Adormecida até me encasquetar também com a Penélope. Essa coisa do momento suspenso e da espera de alguma coisa que a gente nem sabe o que é... é o tempo todo!

Beijos pras duas!

12:30 PM  
Blogger Vivien said...

Nossa, não gostei...mas tb to Penélope.
Mas uma hora ou outra eu rasgo essa porcaria de bordado e....;0)

7:04 PM  
Anonymous Anônimo said...

tão tristemente lírico isso

12:10 AM  

Postar um comentário

<< Home